22 de Junho, 2020

Portugueses conhecem regras de utilização das praias mas estão pouco confiantes na época balnear

Netsonda acompanha os portugueses e a pandemia ao longo de 13 semanas

Esta é uma das principais conclusões do estudo “Os Portugueses e a Pandemia”, realizado pela Netsonda, e que desde o início da crise do Covid-19, tem vindo a monitorizar o comportamento e as percepções dos portugueses durante a fase da quarentena e, agora, na fase de desconfinamento.

Os dados da última vaga deste estudo revelam ainda que a maioria dos portugueses conhece as regras para a utilização das praias durante a época balnear em 2020 e 2 em cada 3 inquiridos concordam com as regras impostas.

  • 85% dos portugueses conhecem as regras que vão ditar a utilização das praias durante a época de balnear.
  • Apenas 22% dos portugueses acreditam que a utilização das praias durante a época de balnear vai correr bem.

Vários sectores económicos tentam voltar ao normal, traduzindo-se numa descida do número de indivíduos que evitam sair de casa (38%, na última semana de Maio eram 50%).

Na última semana, 81% dos trabalhadores portugueses afirmam que já estão a receber o seu ordenado normal,  uma subida acentuada face às semanas anteriores. 

Os portugueses que evitam sair de casa ocupam a maior parte do tempo livre a ver filmes ou séries, a organizar e limpar a casa, nas redes sociais ou a fazer cozinhados.

  • 70% indica que ocupa o tempo livre a ver filmes e séries, valor tendencionalmente mais elevado junto dos jovens dos 18 aos 24 anos.

Durante o encerramento dos centros comerciais assistiu-se a um crescimento elevado das compras em lojas de bairro, no entanto, com o desconfinamento a compra neste tipo de lojas tem vindo a decrescer.

  • 35% fez compras em lojas de bairro na última semana  (uma redução de 7 pontos percentuais face às semanas anteriores).
  • 19% dos portugueses afirma que na última semana visitou um Centro Comercial.